Psicotropicus - Centro Brasileiro de Política de Drogas

quinta-feira, 30 de agosto de 2012

Ethan Nadelmann na primeira conferência sobre política de drogas da Colômbia

A primeira conferência sobre política drogas da Colômbia, que ocorreu entre os dias 16 e 17 agosto, contou com a ilustre presença do diretor-executivo da Drug Policy Alliance Ethan Nadelmann.  No vídeo, ele apresenta um panorama completo do fracasso da guerra às drogas e, em seguida, explica alternativas como a regulação do comércio de maconha e o investimento em programas de redução de danos.

segunda-feira, 27 de agosto de 2012

Ministério da Saúde Ignora Alerta sobre Internação Compulsória no Rio de Janeiro

Parece que o relatório dos conselhos Regionais de Psicologia (CRP-RJ) e Serviço Social (CRESS-RJ) do Rio de Janeiro sobre os problemas das casas de recolhimento para menores usuários de drogas não sensibilizou o Ministério da Saúde.

Em nota divulgada nesta segunda-feira o Ministério não considera a política de internação compulsória adotada na cidade um retorno do condenado modelo manicomial. “O caso do Rio de Janeiro não tem a ver com a situação de manicômios já que os tratamentos são oferecidos em centros especializados e comunidades terapêuticas”, informou o Ministério da Saúde.

quinta-feira, 23 de agosto de 2012

Consulta Pública sobre descriminalização do porte de drogas

Por mais que os proibicionistas inventem e reinventem propostas de encarceramento e internação dos usuários de drogas, o fim da guerra fica cada vez mais próximo. A Câmara dos Deputados vai submeter a consulta pública um anteprojeto de descriminalização do porte de drogas. A consulta será feita no portal E-democracia e ficará disponível até o fim do ano.

O encaminhamento ocorre após a coleta de 113 mil assinaturas de apoio ao projeto, que foi entregue na última quarta-feira ao ao presidente da Câmara dos Deputados, Marco Maia (PT-RS).

segunda-feira, 20 de agosto de 2012

Metade da população norte-americana apoia a legalização da maconha

Pela primeira vez, em mais de 40 anos, metade da população norte-americana é favorável à legalização da maconha. A pesquisa feita pelo instituto Gallup aponta para uma virada história da mobilização contra o proibicionismo.

Na primeira consulta realizada pelo Gallup, no ano de 1969, apenas 12% da população norte-americana apoiava a legalização da maconha. "Se a tendência atual sobre a legalização da maconha continuar, pode haver uma pressão para que o país adapte suas leis ao sentimento popular", afirmaram os responsáveis pelo estudo em um comunicado.

Qual será a posição do político conservador ao descobrir que ele defende uma posição que a maioria não concorda? A eleição presidencial no Estados Unidos será em novembro!

sexta-feira, 17 de agosto de 2012

“Isolamento e medicalização descontrolada” para usuários de crack recolhidos no Rio.

Um relatório divulgado nesta sexta-feira pelos conselhos regionais de Psicologia (CRP-RJ) e Serviço Social (CRESS-RJ) do Rio de Janeiro revelam um lado macabro do interior dos abrigos de internação para menores usuários de crack.

São criticados pelo relatório o "isolamento, a medicalização descontrolada, falta de informações sobre resultados, orientação religiosa, confusão entre saúde e assistência e violação de diretrizes dos ministérios da Saúde (MS) e de Desenvolvimento Social (MDS)".

CLIQUE AQUI para baixar o relatório completo

quarta-feira, 15 de agosto de 2012

FHC: “maconha no Brasil é totalmente livre”

A mudança de discurso do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso é surpreendente de analisarmos sua atuação totalmente aliada com a doutrina de guerra às drogas no período que governou o país.

Em entrevista recente ao programa É Notícia, da RedeTV, FHC defendeu a regulamentação do mercado de cannabis e provou o proibicionismo dizendo que “a maconha no Brasil é totalmente livre.”

segunda-feira, 13 de agosto de 2012

Descriminalização das drogas passa pelo Senado?

Deu no blog do colunista político Josias de Souza: senadores já cogitam suprimir da reforma do código penal a descriminalização do aborto e do porte de drogas. Os senadores que analisam a proposta elaborada por uma comissão de juristas já sinalizaram que nem tudo será aprovado. Primeiro, os parlamentares vão analisar apenas o que é consensual.

De acordo com o relator da comissão, o senador Pedro Taques (PDT-MT), cinco "temas polêmicos" podem ter a análise postergada: a questão do aborto, das drogas, das casas de prostituição, da eutanásia e da homofobia. Curiosamente, todas envolvem a liberdade individual que é limitada pelo Estado.

sexta-feira, 10 de agosto de 2012

Cenas do absurdo da guerra às drogas

O vídeo abaixo é um ótimo registro para exibir o que existe de mais grotesco na guerra às drogas. Para apreender um pé de maconha de aproximadamente 3 cm e criminalizar um jovem usuário de 22 anos a PM de Minas Gerais mobilizou uma viatura e um cão farejador para caçar drogas.

Em entrevista, o jovem relata sua dificuldade para superar o problema da dependência. Para ele, o Estado só foi capaz de oferecer a invasão de domicílio pela polícia e uma ficha criminal suja por tentar se livrar da dependência do tráfico.

É um registro para guardar e ser exibido para as próximas gerações da mesma forma que hoje educamos sobre a tragédia da escravidão.

quarta-feira, 8 de agosto de 2012

O ativismo canábico de Alicia Castilla no Uruguai

A história da uruguaia Alicia Castilla é um ótimo exemplo para provar a insanidade do proibicionismo. Ela ficou presa por três meses por cultivar alguns pés de maconha para uso pessoal.

Para sorte de Alicia o governo uruguaio aceitou debater o cultivo caseiro no pioneiro projeto de legalização da cannabis. Mas até a aprovação do mesmo a luta pela liberdade continua!

segunda-feira, 6 de agosto de 2012

Juristas católicos contra a descriminalização do porte de drogas

A mobilização de forças conservadoras para impedir os avanços em defesa da liberdade individual é cada vez mais intensa. Na tarde da última terça-feira o presidente do Senado, José Sarney, recebeu a visita dos juristas Ives Gandra Martinse Paulo de Barros Carvalho, respectivamente presidente e vice-presidente da União de Juristas Católicos de São Paulo (Ujucasp).

O motivo da visita foi de manifestar o repúdio da Ujucasp as propostas de regulamentação do aborto e descriminalização do porte de drogas para uso pessoal, defendidas no anteprojeto de reforma do código penal brasileiro.

quinta-feira, 2 de agosto de 2012

Agricultores desafiam a proibição da maconha em Moçambique

As notícias sobre o fracasso do proibicionismo chegam de todos os cantos do mundo. A população do distrito de Manica, no centro de Moçambique, está disposta a enfrentar a criminalização da maconha e iniciar um novo ciclo de cultivo da planta, após a destruição de 18 toneladas de cannabis pela autoridade local.

Na ocasião da destruição do cultivo de maconha os produtores receberam anistia porque quase “toda a população” estava envolvida nesta prática ilegal.