Psicotropicus - Centro Brasileiro de Política de Drogas

sábado, 7 de março de 2015

MARCHA DA MACONHA SÃO PAULO - 7 DE MAIO DE 2005

por Luiz Paulo Guanabara

Naíme Silva à frente da Marcha que percorreu as ruas de São Paulo desde a Câmara Municipal até o prédio onde está situada a sede da ONG É de Lei. Leia a matéria anterior que mostra o que ocorreu horas antes de as pessoas se reunirem para marchar, reivindicando o fim da proibição da maconha. 



Além de São Paulo, estavam programadas marchas em Porto Alegre e Recife, conforme informa o flyer do evento:


Essas duas manifestações não ocorreram.

sexta-feira, 6 de março de 2015

DEBATE PRÉVIO - MARCHA DA MACONHA SÃO PAULO, 7 DE MAIO DE 2005


Por Luiz Paulo Guanabara

Mesa no auditório externo da Câmara Municipal de São Paulo. Na foto podemos ver Maria Lucia Karam, com a palavra; Andrea Domanico, num bocejinho, o evento foi cedo; Deputado Estadual hoje Federal do PT, Paulo Teixeira; Edward MacRae do CETAD; e mais duas pessoas que não identifico agora, dois ativistas. Esta mesa antecedeu a marcha pela cidade, desde a Câmara até a sede da ONG É de Lei.




Uma linda manhã de maio, uma excelente localização para 
realizar o debate, mesmo para uma plateia pequena.

sábado, 17 de janeiro de 2015

CICLO DE DEBATES ANTIPROIBICIONISTAS - IBAM, Rio de Janeiro, Outubro de 2004

por Luiz Paulo Guanabara

O Folder Institucional que mostramos na matéria anterior foi lançado e distribuído durante o Ciclo de Debates da Psicotropicus realizado em quatro segundas-feiras de outubro de 2004. Abaixo a frente do flyer utilizado para divulgar o evento.

























quarta-feira, 14 de janeiro de 2015

Campanha "Dê uma Chance às Drogas" - Folder Institucional, 2004

por Luiz Paulo Guanabara

Quando o nosso projeto "Give Drugs a Chance" (Dê uma Chance às Drogas, uma alusão a Dê uma Chance à Paz, hino à paz de John Lennon) foi aprovado pela Tides Foundation em janeiro de 2004, a ONG ainda não estava com a burocracia toda no lugar. Foi uma correria até receber o dinheiro e fazer o câmbio.

Um dos produtos do projeto foi o folder institucional abaixo:

A Capa reproduz a definição de "antiproibicionismo" dos dois primeiros folders, já publicados para referência ao relato sobre como a Psicotropicus inseriu o Brasil no movimento internacional pela reforma da política de drogas. Você pode acompanhar em tempo real as referências visuais desse relato sendo mostradas aqui.

Pedíamos a reforma da política de drogas brasileira e das convenções proibicionistas da ONU.