Psicotropicus - Centro Brasileiro de Política de Drogas

terça-feira, 30 de outubro de 2012

Convênio com ONG de matador é encerrado

Fonte: O Dia

Após escândalos noticiados pelo DIA outra instituição assume nesta terça-feira abrigos, com corpo técnico da Tesloo, para cuidar de jovens dependentes por 180 dias

Rio -  A Prefeitura do Rio deu o primeiro tiro nos contratos da ONG do major reformado da PM Sérgio Pereira de Magalhães Júnior. A Secretaria Municipal de Assistência Social retirou nesta segunda-feira das mãos da Casa Espírita Tesloo o gerenciamento dos cinco centros para tratamento de 160 crianças e adolescentes dependentes químicos.

O fim do convênio não encerra o atendimento aos menores abrigados: outra instituição filantrópica assume hoje, em caráter emergencial, os espaços físicos dos abrigos e o corpo técnico da Tesloo para cuidar dos jovens pelo prazo de 180 dias.

Manifesto antiproibicionista da Lanpud

Salvador recebeu mais 30 ativistas antiproibicionistas para formar a Lanpud (Rede Latino-Americana de Pessoas que Usam Drogas). Da reunião de formação da rede surgiu uma carta (temporariamente batizada de Carta de Salvador) com as reivindicações para uma política de drogas mais justa e humana. Confira no vídeo abaixo!

segunda-feira, 22 de outubro de 2012

“O Teatro da Guerra às Drogas está situado na América Latina”

Reunião Inaugural da Rede Latino-Americana de Pessoas que Usam Drogas – LANPUD

A Rede Internacional de Pessoas que Usam Drogas - INPUD, a Psicotropicus – Centro Brasileiro de  Política de Drogas (organizador) e a Associação Brasileira de Estudos Sociais do Uso de Psicoativos - ABESUP (organizadora local), com apoio do Centro de Estudos e Terapia do Abuso de Drogas - CETAD/UFBA e do Grupo Interdisciplinar de Estudos sobre Psicoativos - GIESP/FFCH/UFBA, anunciam o lançamento da Rede Latino-Americana de Pessoas que Usam Drogas - LANPUD, nos dias 25 e 26 de outubro, em Salvador, no Auditório Leopoldo Amaral da Escola Politécnica da Universidade Federal da Bahia (UFBA), Rua Prof. Aristides Novís, n.º 2, Federação.

Cerca de 30 usuários e ex-usuários da Argentina, Uruguai, Bolívia, Peru, Colômbia, México, Costa Rica e Brasil apresentarão um panorama sobre a política de drogas e a organização de pessoas que usam drogas em seus países, na conferência “O Teatro da Guerra às Drogas está situado na América Latina”, que ocorrerá no dia 25. No dia seguinte, os organizadores, convidados e prospectivos afiliados se reunirão para definir rumos e tratar de assuntos organizacionais e operacionais da rede.

sábado, 20 de outubro de 2012

The Drug War Theatre is in Latin America

Inaugural Meeting of the Latin American Network of People who Use Drugs – LANPUD

The International Network of People who Use Drugs – INPUD, Psicotropicus – Brazilian Drug Policy Center (organizer) and Brazilian Association for Social Studies of Psychoactive Substances – ABESUP (local organizer) are pleased to announce the launch of the Latin American Network of People who Use Drugs (LANPUD) on the 25th and 26th of October 2012, in Salvador, Bahia, Brazil. The event will take place at the Leopoldo Amaral Auditorium of Escola Politécnica of Federal University of Bahia (UFBA).

Some 30 users and former users from Argentina, Uruguay, Bolivia, Peru, Colombia, Mexico, Costa Rica and Brazil will present a comprehensive view of drug policy and drugs users’ organization in their countries at the conference “The Drug War Theatre is located in Latin America”, which will be held on the 25th of October 2012. On the second day, the organizers, guests and prospective members of the network will meet to set its course and address its organizational and operational issues.

The deepest need to set up this network comes from the fact that no group of oppressed people has ever achieved liberation without the involvement and organization of those directly affected by that oppression. The Latin American Network of People who Use Drugs (LANPUD) is here to change once and for all the uninformed, obsolete and prejudiced mentality regarding plants and drugs that have been classified as illegal.

The only way to solve our societies’ psychoactive substances problematic use and the growing violence born of archaic and ineffective drug policies is through evidence-based policies that respect human rights and dignity of people who use drugs. We are not part of the problem; we are part of the solution.

Please contact us (lanpud@psicotropicus.org) for further information. _________________________________________

Institutional support : Núcleo de Estudos Interdisciplinares sobre Psicoativos – NEIP, Coletivo Antiproibicionista Cannabis Ativa (RN, Brasil), ESPOLEA (México), Red Argentina por los Derechos y Asistencia de los Usuarios de Drogas (RADAUD), Acción Técnica Social (ATS/Colômbia), PROLEGAL (Uruguai), Red Argentina de Usuarios de Drogas y Activistas (RARUS), Colectivo por una política integral hacia las drogas, AC (CUPIDH/México), Red Mexicana de Reducción de Daños (REDUMEX), Mama Coca (Colômbia), Intercambios Asociación Civil (Argentina), Núcleo de Estudos Avançados sobre Álcool e outras Drogas – NEAAD/CETAD, Observatório Baiano sobre Substâncias Psicoativas - CETAD Observa, Frente Nacional Drogas e Direitos Humanos – FNDDH, Conselho Federal de Serviço Social – CEFSS, Associação Soteropolitana de Usuários: em Defesa dos Direitos e da Dignidade da Pessoa que Usa Drogas, Associação Brasileira de Saúde Mental (ABRASME), Estudiantes por uma Politica Sensata de Drogas (EPSD), Grupo Candango de Criminologia-GCCRIM, Frente Estadual Drogas e Direitos Humanos-RJ e BA, Princípio Ativo (RS, Brasil), Centro de Convivência É de Lei (SP, Brasil), Asociación Civil Centro de Estudios de la Cultura Cannabica(CECCa/Argentina), Centro de Estudos e Terapia do Abuso de Drogas - CETAD/UFBA, Grupo Interdisciplinar de Estudos sobre Psicoativos - GIESP/FFCH/UFBA

Support: International Network of People who Use Drugs - INPUD, Psicotropicus/GDPP/LAP/Open Society Foundations, Universidade Federal da Bahia - UFBA

quarta-feira, 17 de outubro de 2012

Lançamento da Frente Estadual de Drogas e Direitos Humanos do Rio de Janeiro

A problemática do uso do crack voltou para pauta da grande imprensa, principalmente após a ocupação das comunidades do Jacarezinho e Manguinhos. Fala-se muito em recolhimento e pouco em tratamento.

Neste momento de endurecimento das ações de recolhimento para casas com tratamento questionável convidamos o público do Psicoblog para participar do seminário de Lançamento da Frente Estadual de Drogas e Direitos Humanos do Rio de Janeiro.

O encontro será nesta quinta-feira (18/10) de 9h até às 18h30 no auditório 71 (7º andar) no campus UERJ do Maracanã. Confira a programação completa:

segunda-feira, 15 de outubro de 2012

“El Teatro de la Guerra Contra las Drogas está ubicado en América Latina”

Reunión Inaugural de la Red Latino-Americana de Personas que Usan Drogas LANPUD

La Red Internacional de Personas que Usan Drogas - INPUD, la Psicotropicus - Centro Brasileño de Políticas de Drogas (organizadora) y la Asociación Brasileña de Estudios Sociales sobre el Uso de Psicoactivos – ABESUP (organizadora local), con el apoyo del Centro de Estudios y Terapia de Abuso de Drogas (CETAD/UFBA) y del Grupo Interdisciplinario de Estudios Sobre Psicoativos de la Facultad de Filosofía y Ciencias Humanas da Universidad Federal da Bahia (GIESP/FFCH/UFBA) anuncian el lanzamiento de la Red Latinoamericana de Personas que Usan Drogas (LANPUD) los días 25 y 26 de octubre 2012, en Salvador, estado de Bahia, en el Auditorio Leopoldo Amaral de la Escuela Politécnica de la Universidad Federal de Bahia (UFBA), Calle Prof. Aristides Novis, No. 2 , Federação.

“El Teatro de la Guerra Contra las Drogas está ubicado en América Latina”

“El Teatro de la Guerra Contra las Drogas está ubicado en América Latina”

La Red Internacional de Personas que Usan Drogas - INPUD, la Psicotropicus - Centro Brasileño de Políticas de Drogas (organizadora) y la Asociación Brasileña de Estudios Sociales sobre el Uso de Psicoactivos – ABESUP (organizadora local), con el apoyo del Centro de Estudios y Terapia de Abuso de Drogas (CETAD/UFBA) y del Grupo Interdisciplinario de Estudios Sobre Psicoativos de la Facultad de Filosofía y Ciencias Humanas da Universidad Federal da Bahia (GIESP/FFCH/UFBA) anuncian el lanzamiento de la Red Latinoamericana de Personas que Usan Drogas (LANPUD) los días 25 y 26 de octubre 2012, en Salvador, estado de Bahia, en el Auditorio Leopoldo Amaral de la Escuela Politécnica de la Universidad Federal de Bahia (UFBA), Calle Prof. Aristides Novis, No. 2 , Federação.

A ONU e a mobilização para manter o proibicionismo

LEIA MATÉRIA NO FINAL

E tem gente que pensa que o UNODC e suas instâncias na ONU vão abrir para um debate sobre a revisão das convenções proibicionistas que fundamentam a Guerra às Drogas. Os governos da América latina devem seguir fazendo as reformas necessárias, para que a região deixe de ser o teatro dessa guerra que já dura mais de 40 anos, uma política cujos resultados são mais violência, mais oferta, mais demanda, mais miséria e transmissão de vírus como HIV e hepatite C. O Brasil? Ora, esse é um país socialmente muito atrasado, cujas autoridades estão perdidas tentando minorar o problema do consumo de crack. Com a mentalidade retrógrada que rege esse e outros problemas sociais, como o aborto, não vemos luz no final do túnel.

Afinal, para entender a dinâmica do "crack", é preciso entender que essa droga é fruto da equivocada política proibicionista de drogas, é filho dela. Mas para entender isso é preciso se despir da ultrapassada ideologia moralista e da hipocrisia de proibir algumas drogas escolhidas, tornadas ilícitas, como se essa proibição servisse para impedir que nossos filhinhos e filhinhas se mantenham afastados das drogas "malvadas". Pois saibam que nossos queridinhos conseguem as drogas que quiserem, na hora e na quantidade que quiserem, nesse exato momento.

domingo, 14 de outubro de 2012

“O Teatro da Guerra às Drogas está situado na América Latina”

Reunião Inaugural da Rede Latino-Americana de Pessoas que Usam Drogas – LANPUD

A Rede Internacional de Pessoas que Usam Drogas - INPUD, a Psicotropicus – Centro Brasileiro de  Política de Drogas (organizador) e a Associação Brasileira de Estudos Sociais do Uso de Psicoativos - ABESUP (organizadora local), com apoio do Centro de Estudos e Terapia do Abuso de Drogas - CETAD/UFBA e do Grupo Interdisciplinar de Estudos sobre Psicoativos - GIESP/FFCH/UFBA, anunciam o lançamento da Rede Latino-Americana de Pessoas que Usam Drogas - LANPUD, nos dias 25 e 26 de outubro, em Salvador, no Auditório Leopoldo Amaral da Escola Politécnica da Universidade Federal da Bahia (UFBA), Rua Prof. Aristides Novís, n.º 2, Federação.

terça-feira, 9 de outubro de 2012

Eleito vereador, defensor da Marcha da Maconha quer CPI da internação compulsória

Fonte: O Globo

 

Renato Cinco pretende investigar atendimento a viciados

RIO — Uma das caras novas da bancada do PSOL, que cresceu na Câmara de dois para quatro vereadores, já é bem conhecida da mídia. Terceiro na preferência dos eleitores do partido, com 12.498 votos, o sociólogo Renato Cinco é um dos líderes da Marcha da Maconha, que defende a liberação do consumo no Brasil. Ele disse que chegou ao Legislativo com o apoio da sociedade:

— Comecei a participar do movimento estudantil aos 12 anos. E também integro movimentos sociais que questionam o legado deixado pelo Pan e o que se promete para as Olimpíadas.

segunda-feira, 8 de outubro de 2012

Guerra às Drogas sobrevive no Uruguai

LEIA A MATÉRIA NO FINAL

Essa detenção dos ativistas no Uruguai acontece na mesma semana que foi detida em Havana a renomada blogueira cubana, cujo nome não sei agora. O que tem em comum? Um ataque à liberdade individual, aos direitos humanos. Como a cubana, Laura e Juan, que vão participar da reunião inaugural da Rede Latino-Americana de Pessoas que Usam Drogas, dias 25 e 26 do corrente mês em Salvador*, também foram libertados depois de um curto período de detenção.

De positivo, se é que se pode dizer isso, a detenção ser o mais breve possível e as autoridades se darem conta do absurdo de impedir pessoas adultas de exercerem seu direito mais básico de serem o que são e fazerem o que desejam desde que isso não cause danos a terceiros. O consenso social de a ação individual não ferir terceiros parece ter um sentido universal, a preservação da saúde integral sem prejuízos advindos da ação alheia injustificada. Não se pode dizer de quem acha que o latrocínio é correto que tenha bom juízo.

quinta-feira, 4 de outubro de 2012

Dedo na ferida do proibicionismo!

Esse é um vídeo para assistir com muita atenção. Nele, o delegado antiproibicionista Orlando Zaccone desmonta a velha tese de defesa da saúde pública para justificar a proibição das drogas, além de apresentar um panorama das violações dos direitos humanos por conta do conflito armado contra o narcotráfico.