Psicotropicus - Centro Brasileiro de Política de Drogas

segunda-feira, 3 de fevereiro de 2014

VIOLÊNCIA E O TRÁFICO DE DROGAS

por Denise Leão Corrêa

O governo brasileiro ajudado pela midia responsabiliza o tráfico e os consumidores de drogas pela violência nas cidades. Se fosse simples assim bastaria legalizar as drogas e o problema se resolveria. Certo? Errado.

As autoridades sabem disso mas preferem manter todos na ilusão de que basta aumentar o número de policiais nas ruas para que estejamos seguros. Será? Não concordo.

A aparente segurança proporcionada por jovens policiais despreparados e mal pagos, subordinados aos corruptos não pode acabar bem. Estou aguardando mais uma tragédia no momento em que houver o primeiro tiro na praia. Vai ser um massacre! A quantidade de polícia armada nos fins de semana nas praias de Ipanema, Arpoador e Leblon é assustadora. Até o esquadrão especial está presente. Como alguém pode se sentir tranquilo indo à praia com a família para relaxar e se deparar com aquela quantidade de policiais?

Pois é, e a população acha que as autoridades agora estão tomando providências. Será mesmo essa a solução? Quantos policiais serão necessários para conter a crescente violência nas cidades? As UPPs já não estão dando conta nas “comunidades” e será que o aumento de policiais nas ruas é a solução? É a solução que aparece a curto prazo em ano de eleições e de Copa do Mundo. E depois? Como ficamos?

A incompetência e a falta de vontade política dos governantes geram um povo alienado às verdadeiras causas da violência, que são a grande desigualdade social, a falta de educação e de oportunidades de empregos para todos. A midia capitalista bombardeia os lares com compre, compre, compre. As novelas mostram uma classe social privilegiada de dar inveja a qualquer um. Mas a culpa da violência é do tráfico de drogas! E o povo acredita!

publicado neste Blog por: Luiz Paulo Guanabara

domingo, 2 de fevereiro de 2014

Tudo ou quase tudo que você não sabia a respeito da Marcha da Maconha em 4 de maio de 2002 no Rio de Janeiro

Concentração na Pça Nossa Senhora da Paz 
Ipanema, 4 de maio de 2002
por Luiz Paulo Guanabara


O Globo e Jornal do Brasil ficaram sabendo da marcha que seria realizada e publicaram as seguintes matérias: